Como escolher a melhor cortina para sua casa

Neste artigo vamos explicar como escolher a melhor cortina para a sua casa e ao final, você estará expert no assunto e apto para escolher o melhor modelo sem ajuda de mais ninguém.

As cortinas são elementos fundamentais na decoração dos ambientes, peças escolhidas a dedo pelos clientes e profissionais que, além da beleza e aconchego dado aos lugares, faz o serviço de bloqueio de luminosidade. Sabe aqueles raios de luzes indesejados quando você está na melhor hora do seu sono? Pois bem, a cortina ajuda a bloquea-lo melhorando assim o seu conforto.

Além desse conforto visual, as cortinas servem como isolante térmico do ambiente. As cortinas bloqueiam a passagem da calorimetria externa bem como quebra o fluxo de vento mantendo o ambiente mais agradável.

A variedade de modelos de cortinas são bem grandes, com diversificação de suportes, tipos de aberturas, acessórios, materiais entre outros temas que devem ser analisados com atenção antes da compra.

Como citei anteriormente, aqui vou apresentar os principais e mais comuns tipos de cortinas, os melhores tecidos, os mais usados suportes de fixação e, assim sendo, você poderá formar sua ideia e ter a melhor escolha para cada ambiente.

A dica inicial é fazer as cortinas sob medida, encomendar os tecidos e suportes de acordo com cada ambiente a ser instalado, visto as dimensões serem diferentes.

Quais os tipos de cortinas e onde utilizar?

Cortina de Voal

Cortina de Voal

Cortinas de Voal são as mais vistas nas salas comuns. Ela é feita de um tecido mais fino que as outras e a incidência de luz é bem maior que o normal.

As salas de estar são os lugares onde as famílias costumam ficar para se confraternizar e um pouco mais de luminosidade é sempre bem vinda. Todavia, caso haja intenção de diminuir a transpassagem de luz, recomenda-se o uso da dupla camada que bloqueia mais a penetração dos raios de luzes.

Essas são as cortinas tradicionais que embelezam residências durante anos e cada dia mais, as cortinas de Voal trazem tecidos bem desenhados e de alta qualidade.

Se bem combinado com varões e acessórios, sua cortina será o grande destaque do ambiente, chamará atenção dos visitantes e você com certeza receberá muitos elogios.

Ela é o tradicional que nunca sai de moda.

Cortina DuoFold

Cortina DuoFold

Esse modelo de cortina DuoFold é bem legal e interessante.

O seu método de abertura traz aspectos bem diferenciados das demais cortinas e acaba sendo, em tese, mais atraente que as demais.

O sistema DuoFold permite que o tecido seja recolhido tanto para cima quanto para baixo, além de permanecer no meio dando abertura em cima e em baixo.

É um tipo de cortina muito usada em salas de estar, quartos e principalmente em escritórios.

Se bem aproveitada, você pode fazer um belo jogo decorativo com as laminas dessa cortina, deixando-as com mais funções decorativas dos ambientes. Vale a regra de ouro: USE A SUA CRIATIVIDADE!

Cortina Rolô

Cortina Rolô

A cortina Rolô acredito ser o mais conhecido entre todos os tipos de cortinas.

Ela é feita por um sistema automático de acionamento que fica totalmente enrolada quando recolhida, Daí surge o nome Rolô.

Essas cortinas são mais encontradas em ambientes que recebem teto de gesso pois são escondidas atrás de um cortineiro feito no próprio gesso ou quando não há cortineiro, pode ser facilmente fixada em varões.

Nos dias de hoje é muito comum notarmos esse tipo de cortina em escritórios, consultórios médicos, sacadas, quartos de apartamentos e em locais mais arejados. Por conta dessa cortina não encostar no chão, pode-se usar facilmente em qualquer ambiente, sem medo de juntar poeira vinda dos pisos.

Uma bela cortina que engrandecerá e muito o seu ambiente.

Cortina Blackout

Cortina Blackout

A cortina blackout é a salvação para quem deseja ter um ambiente a prova de qualquer tipo de luminosidade.

O material da composição da cortina blackout é capaz de travar 100% da passagem de luz, deixando o quarto ou sala bastante aconchegante.

Encontramos facilmente essas cortinas em quartos e salas de vídeo. Uma vez aliada ao tecido de pano fino a frente do blackout, essa cortina se torna objeto de decoração fino para ambientes mais sofisticados.

Antes de escolher as cortinas sofisticadas e caso queira aprender como fica um piso laminado colocado com sua cortina é ideal procurar um bom arquiteto ou decorador que fará o desenho 3D do seu ambiente.

Imagina só o quanto ficaria aconchegante uma sala de vídeo com um belo piso laminado ou vinilico e cortina blackout para assistir uma boa sessão de file no netflix? Sentiu a cena?

E então aquele domingo que você quer acordar um pouquinho mais tarde mas os raios do sol insistem em dar um belo bom dia. Agora imagina com essa cortina blackout que não passa nada de luz, o quão valioso seria o seu descanso.

E se você tem aqueles vizinhos que insistem em tomar conta da sua vida bisbilhotando pela janela. Nem mesmo com o uso da visão noturna eles conseguiriam ultrapassar essa parede de cortina.

Brincadeiras a parte mas que são alguns exemplos reais que costumamos ouvir de pessoas que optam por usar a cortina blackout. Se procura algo desse tipo, pode comprar de olhos fechados pois a satisfação é totalmente garantida.

Cortina Painel

Cortina Painel

Como as cortinas Rolô, a cortina painel também é muito conhecida e utilizada nas residências e em diferentes ambientes.

É a famosa cortina de puxar, seu fechamento é lateral e permite ser postas em diversas posições.

Essas cortinas são feitas em painéis de tecidos que correm horizontalmente atrelada a um trilho.

Encontramos muito dessas cortinas em salas de estar, salas de vídeos e quartos.

Cortina Romana

Cortina Romana

A Cortina Romana é a mais sofisticada de todas!

Ela é desenvolvida de forma que seu recolhimento seja feito na forma vertical com linhas retas e detalhes na horizontal.

É um tipo de cortina que agrada a todos, se apresenta bem em diversos ambientes que usam janelas de grande porte, salas comuns, quartos e principalmente em espaços gourmet.

Aquela sua varanda enorme combinaria muito bem com esse tipo de cortina.

Essa é uma boa pedida.

Cores das cortinas

Sempre que for comprar suas cortinas você deve ter em mente que elas são um dos principais objetos da decoração da sua casa.

As cores são capazes de dar vida ou matar o ambiente. Um ambiente calmo não combinaria com cores agitadas concorda?

Acompanhe as cores recomendadas por ambientes:

Sala de Estar, Jantar e Espaço Gourmet:

  • tons neutros;
  • tons claros;
  • branco;
  • cinza ou;
  • bege.

Quartos e Salas

  • utilizar cores marcantes
  • fazer uso de estampas diferentes
  • seguir o padrão do resto da decoração

Enfim, use e abuse da imaginação e principalmente do bom senso para não destruir o seu ambiente.

Lembre sempre que você ficará e passará por muitas vezes nesses ambientes, cabe ao seu bom gosto deixa-lo aconchegante, receptivo ou um ambiente que ninguém sinta prazer de estar e ficar.

O tempero de tudo é o bom gosto e bom senso, sem dúvidas.

Cortineiro: Acessório que Transforma Ambiente

Se você ainda não sabe o que é um cortineiro aproveite para aprender aqui e cogitar a colocação de um na sua casa.

O cortineiro está mais na moda do que nunca além de economizar espaço e dar mais dinâmica na colocação das cortinas.

Abaixo vou explicar alguns fatores sobre esse acessório que vai fazer uma revolução no visual do seu ambiente.

O que é um Cortineiro?

O cortineiro é um lugar especialmente reservado no teto logo acima das portas e janelas que vai dar o charme total para o acabamento.

Ele é um vão entre o forro e a parede e alí é embutidas as cortinas e persianas.

Nele você esconde toda a instalação de varões e trilhos, dando um acabamento sofisticado ao ambiente. É o famoso arremate “FECHAR COM CHAVE DE OURO”.

Quais são os tipos de cortineiros?

Vou citar os 3 mais importantes tipos de cortineiros: o sobreposto, o embutido e o com iluminação.

Tipos de cortineiros

Exemplo de cortineiro sobreposto:

Cortineiro Sobreposto

 

Exemplo de cortineiro embutido:

Cortineiro Embutido

 

Exemplo de cortineiro com iluminação:

Cortineiro com Iluminação de Led

Quando fazer o cortineiro?

A sugestão aqui é se decidir antes sobre qual o tipo de cortineiro usar e já guardar todas as informações. Nunca deixe para resolver em cima da hora ou depois que o pessoa do forro finalizou o serviço, o resultado não pode ficar muito agradável.

Quando o gesseiro (nome popular dado aos profissionais que fazem os forros de gesso) começar a fazer o seu forro é aí o momento de começar a fazer o elemento cortineiro.

Se o seu forro for rebaixado, use o modelo embutido. Já se não há como fazer teto rebaixado você deve usar o tipo sobreposto, todavia, há que se observar um espaço maior para que seja possível a instalação da fita de LED.

Converse com o profissional do gesso, ele poderá lhe dar dicas importantes para ficar ainda mais bonito o seu cortineiro.

Qual o tamanho escolher?

A recomendação da prática dos profissionais é de que se deve observar o espaço de 15 centímetros entre a parede e o forro de gesso.

Com essa medida, facilmente se consegue instalar 2 trilhos, sendo um para o forro e outro para o Voil.

Como cada caso é um caso, há que se recordar que caso o seu projeto seja com persiana e cortina na mesma janela ou porta, deve observar um espaço maior que o de 15 centímetro.

Como disse antes, a recomendação prática para um cortineiro é de no mínimo 12 centímetros e a profundidade deve acompanhar a moldura se o cortineiro for embutido.

Essa regra também se aplica caso o uso seja para cortineiro sobreposto.

Suportes de Fixação: Qual o melhor modelo?

Diversos tipos de varões e suportes

 

No mercado existem centenas de modelos de suportes diferentes mas destaca-se os comuns e famosos varões e trilhos.

Esses suportes podem ser afixados em quaisquer ambientes da sua casa mas a recomendação para os trilhos é ser usados onde existam os cortineiros. Portanto, trilhos é recomendado para cortineiros.

O resultado final será surpreendente. Após tudo pronto você encontrará um ambiente moderno, refinado e totalmente agradável.

Outro ponto que as pessoas erram por falta de conhecimento é que o varão é sim parte da decoração. Hoje em dia, podemos encontrar diversos tipos de varões com acabamentos em madeira, cromados, dourados, alumínios, inox e diversos outros materiais.

Preste bastante atenção na hora de escolher o seu varão.

Qual a medida ideal para cortina?

A regra do tamanho correto da cortina quem determina é você.

O que você deve se ater é para o estilo da sua decoração e o ambiente a ser usada a cortina. Porém, há uma prática de que na largura se deixa 20 centímetros de cada lado da janela.

Quanto a altura, muito comum se usar em sala de estar, sala de jantar e espaço gourmet aquela cortina que vai do cortineiro até o chão. Desta forma, você tem a sensação de ter o pé-direito maior fora que o ambiente fica mais agradável e elegante.

Em outros ambientes a prática é de levar a sua cortina do forro até o piso, mas como disse antes, quem determina é você e o seu bom gosto. O habitual é que a cortina passe 30 centímetros abaixo da janela e o varão seja afixado no mínimo 15 centímetros acima da janela.

Essa receita deixará seu ambiente extremamente elegante e aconchegante, e prepare-se para receber muitas visitas que não vão querer sair da sua casa.

Conclusão

Antes de tudo gostaria de sugerir a leitura do artigo que fiz sobre os pisos que imitam madeira pois é essencial complementar a escolha de cortinas com a escolha de belos pisos.

No mercado existem diversos tipos de cortinas, acessórios e mão-de-obra, cabe a você escolher o melhor e mais adequado para o ambiente que vai decorar.

Uma cortina não é um material muito barato, tem grandes variações de acordo com marca, material e tamanho, portanto, escolha bem e direito o tipo de produto que você quer colocar na sua casa.

A variedade de cortinas e acessórios são imensas e essa variedade é a maior responsável pelas maiores dúvidas que os clientes têm quando v

ao em busca da sua cortina ideal..

Preste muita atenção no tipo e para onde é recomendado o seu uso, nada adianta comprar uma cortina painel se o seu objetivo é bloquear os raios de luzes no seu quarto, por exemplo.

Dei bastante dicas especiais que vão fazer você tomar a decisão acertada e lembre-se sempre: O SEU GOSTO É O QUE DEVE PREVALECER.

Estou deixando esse vídeo para quem quiser aprender sobre como fazer sua própria cortina é só assistir.

Espero que tenha ajudado de alguma forma na sua leitura e caso tenha dúvida é só deixar no comentário abaixo.